Presidente do CONCPC participa de homenagem ao Dia da Policia Civil na Câmara dos Deputados

Presidente do CONCPC participa de homenagem ao Dia da Policia Civil na Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados realizou hoje (22/04) solenidade alusiva ao Dia da Polícia Civil, enaltecendo a atividade de investigação criminal dos integrantes das Polícias Civis. O ato foi presidido pela Deputada Federal Beatriz Kicis Torrents de Sordi (PSL/DF) e foi acompanhado pelo Presidente do Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil – CONCPC, Dr. Robson Cândido da Silva,  além de integrantes de sindicatos e associações de agentes e delegados de polícia.

Em seu discurso, o Presidente do CONCPC agradeceu a oportunidade de representar as Polícias Civis a credibilidade que lhe foi depositada para desempenhar essa “árdua e honrosa missão”. Em suas palavras:

Presidente do CONCPC, Dr. Robson Cândido da Silva, em sua fala durante a solenidade

“Em breves palavras quero dizer que iremos continuar fortalecendo a missão do CONCPC na construção de uma Polícia judiciária eficiente e com plena capacidade de enfrentamento aos criminosos organizados e comuns e, sobretudo, uma Polícia Judiciária norteada na proteção dos valores democráticos.

Dispensaremos esforços em quatro pilares que julgo imprescindíveis para o fortalecimento da polícia judiciária e, por conseguinte, para a excelência na prestação de serviços de segurança pública:
PRIMEIRO: autonomia orçamentária e financeira da polícia judiciária. É fundamental como outros órgãos do sistema de justiça criminal que polícia judiciária também possua essa autonomia;

SEGUNDO: identidade da Polícia Judiciária. Há bastante tempo pugnamos por nossa Lei Orgânica ou Lei Geral, que discipline nossos princípios, deveres, prerrogativas e defina nossas atribuições. Esse instrumento – Lei Geral ou Lei Orgânica – trará segurança aos profissionais da Polícia judiciária. Criará um caráter identitário e estabelecerá unidade e homogeneidade entre as Polícias Judiciárias do Brasil.

TERCEIRO: qualificação dos profissionais da polícia judiciária. Precisamos investir em capacitação, sobretudo nas área de tecnologia e inteligência. Os desafios na luta contra o crime, que a cada dia mais se organiza e se aprimora, exige que tenhamos profissionais capacitados e que estejam aptos a prever e enfrentar as organizações criminosos, o que também justifica termos autonomia financeira e orçamentária.

QUARTO : Integração e cooperação entre os órgãos de controle e fiscalização.”

O Dr. Robson Cândido da Silva finalizou sua fala enfatizando a necessidade de aprimoramento dos instrumentos e mecanismos de informações das Polícias Civis, “para evoluirmos no combate aos crimes mais complexos, como é o caso da corrupção, licitações, tráfico de influência, dentre outros. Precisamos alcançar os recursos que financiam e fomentam essas atividades criminosas, bloqueando e confiscando o patrimônio. Nesta mesma recuperar os ativos financeiros decorrentes da ação criminosa”.

Veja o vídeo da solenidade:

Estiveram acompanhando a Presidência do CONCPC os Drs. Victor Dan de Alencar Alves (Diretor de Polícia Especializada da PCDF), Thiago Frederico de Souza Costa e Ane Rampon Barreto (Assessoria Institucional da PCDF), José Werick de Carvalho (Assessor Jurídico do CONCPC) e Rafael de Sá Sampaio (Presidente da ADPJ).

Drs. Robson Cândido da Silva, Victor Dan de Alencar Alves, Thiago Frederico de Souza Costa e Ane Rampon Barreto, José Werick de Carvalho e Rafael de Sá Sampaio