Polícia Civil do Espírito Santo recupera guitarra avaliada em R$ 40 mil com apoio da Polícia Civil de Minas Gerais

Polícia Civil do Espírito Santo recupera guitarra avaliada em R$ 40 mil com apoio da Polícia Civil de Minas Gerais

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Delegacia Especializada de Segurança Patrimonial (DSP), recuperou uma guitarra avaliada em mais de R$ 40 mil, que foi roubada, em 2016, no Estado de Minas Gerais. O instrumento foi localizado em uma residência no Centro de Anchieta, litoral sul da cidade, depois de uma troca de informações entre as Polícias Civis de Minas Gerais e Espírito Santo.

“Fomos acionados pela Polícia Civil de Minas Gerais, que solicitou apoio na diligência para a recuperação da guitarra. Os policiais mineiros receberam a informação de que o instrumento estava sendo comercializado, através de redes sociais e o vendedor estava no município de Anchieta, no Espírito Santo. Foi o dono da guitarra que reconheceu o objeto e comunicou à polícia mineira”, relatou o titular da Delegacia Especializada de Segurança Patrimonial, Delegado Gianno Trindade.

Uma equipe da DSP foi até o endereço do vendedor, onde encontrou um homem de 35 anos com de posse de quatro guitarras elétricas, sendo uma reconhecida pela vítima como de propriedade dela, roubada há cinco anos, em Belo Horizonte.

A guitarra roubada é uma Gibson Les Paul Black Beauty, fabricada no ano de 1996. Após ser subtraída, foi levada para Fortaleza e, depois, chegou a terras capixabas. O objeto já foi devolvido ao dono mineiro, que a levou de volta ao Estado de origem.

O homem que estava de posse das guitarras não foi preso. “Fizemos contato com a pessoa que vendeu a guitarra roubada a ele, que informou a origem e de quem a adquiriu e, assim, sucessivamente. Diante da cadeia sucessória de colecionadores e do tempo decorrido do roubo, uma investigação foi aberta para se descobrir quem tinha ciência da origem ilícita do instrumento”, explicou o delegado.

A equipe da DSP também verificou a procedência das outras guitarras, que foram adquiridas da mesma forma. Elas permaneceram em poder do investigado.