PCES dá apoio à PCBA e prende suspeito de envolvimento em latrocínios na Bahia

PCES dá apoio à PCBA e prende suspeito de envolvimento em latrocínios na Bahia

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Delegacia Regional (DR) de Anchieta, deu apoio a uma operação da Polícia Civil da Bahia (PCBA) que resultou na prisão de um homem de 28 anos suspeito de envolvimento em latrocínios cometidos no município de Santa Cruz Cabralia, no sul da Bahia. A ação ocorreu neste sábado (18) e também contou com apoio da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES).

A Polícia Civil da Bahia, responsável pelas investigações, monitorava o suspeito e constatou que ele estava se mudando para o município de Anchieta. “Eles monitoraram o caminhão de mudança e solicitaram apoio à nossa equipe para realizar a abordagem. O suspeito foi abordado na residência, tentou fugir pelos fundos, mas foi contido”, relatou o delegado da PCES, Luis Carlos Pascoal.

O detido foi entregue à PCBA, que ficou responsável por sua custódia e transporte até a Bahia. Na mesma ação, os policiais apreenderam um revólver calibre 38 e entorpecentes que estavam em uma bolsa, atrás do banco do motorista do caminhão. “Constatamos que o material pertencia ao condutor, de 27 anos. Ele foi autuado em flagrante por crimes de porte ilegal de arma e tráfico de drogas, e encaminhados ao Centro de Detenção Provisória de Guarapari”, relatou o delegado.

Investigações locais

Ainda na manhã do sábado, a equipe da DR de Anchieta realizou diligências relacionadas a uma investigação local, sobre furto de gado. Os policiais cumpriram cinco mandados de busca e apreensão.

Na localidade de Emboacica, zona rural de Anchieta, a equipe apreendeu carne de jacaré sem comprovação de procedência, em uma residência. “O morador não estava no local, mas ele já foi identificado e vai responder por crime ambiental”, disse Paschoal.

Na casa do pai deste indivíduo, os policiais apreenderam uma espingarda calibre 22. O morador, de 52 anos, foi autuado em flagrante por crime de posse ilegal de arma de fogo, pagou fiança estipulada pela autoridade policial e vai responder em liberdade.

Texto: Camila Ferreira