Operação Nacional Maria da Penha atende mais de 127 mil mulheres vítimas de violência doméstica

Operação Nacional Maria da Penha atende mais de 127 mil mulheres vítimas de violência doméstica

Nos dias 17 e 18 de novembro, em Brasília/DF, foi realizado o Debriefing da Operação Nacional Maria da Penha, com a apresentação dos resultados atingidos em todo país.

Mais de 127 mil mulheres vítimas de violência foram atendidas em todo o país entre 20 de agosto e 20 de setembro. A operação foi executada pelas Polícias Militares e Civis dos 26 estados e do Distrito Federal, com envolvimento do Ministério Público e do Poder Judiciário. A iniciativa foi coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e teve o apoio do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH).

No total, cerca de 108 mil profissionais atuaram no atendimento das ocorrências. Com isso, mais 14 mil pessoas foram presas por violência doméstica, descumprimento de medidas protetivas e demais crimes contra a mulher e quase 40 mil medidas protetivas de urgência foram acompanhadas por policiais civis.

As ações, os projetos e os resultados alcançados pelas forças policiais do estado do Rio Grande do Sul (RS) no enfrentamento à violência contra a mulher foram apresentados pela Delegada de Polícia Jeiselaure Rocha de Souza, Diretora da Divisão de Proteção e Atentimento à Mulher, DIPAM/DPGV e titular da 1°DEAM/POA, a qual representou as forças de segurança da Secretaria de Segurança do Rio Grande do Sul e o Conselho Nacional de Chefes de Polícia, no evento.

No RS, a operação foi desencadeada em 497 municípios, onde foram realizadas 3.158 ações ostensivas, 4.806 atendimentos a vítimas de violência doméstica, 2.104 requerimentos de medidas protetivas ao judiciário, acompanhamento de 2.443 medidas protetivas, além de registro de 3.306 ocorrências policiais e instauração de 3.242 inquéritos policiais. As ações resultaram na prisão de 465 indivíduos em todo estado.